BHD encontra excelentes oportunidades para exportação em Missão Prospectiva no Egito

BHD encontra excelentes oportunidades para exportação em Missão Prospectiva no Egito

Compartilhar
Copiar link

Compartilhar

Compartilhar esse link com
Copiar link
Link copiado!

As relações comerciais entre Brasil e Egito entraram em um novo patamar em meados de 2017, quando foi promulgado o Acordo de Livre Comércio entre o Mercosul e a República Árabe do Egito. Desde então, as exportações brasileiras de produtos que integram o rol de itens abrangidos pelo tratado cresceram 21,1%.

Analisando todo o contexto da boa relação bilateral, o Brazilian Health Devices (BHD), projeto setorial da Associação Brasileira da Indústria de Dispositivos Médicos (ABIMO) em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil), identificou boas oportunidades de otimizar a internacionalização no mercado árabe e, para isso, realizou entre 5 e 9 de junho uma Missão Prospectiva no Egito.

Larissa Gomes e José Fernando Dantas, respectivamente gerente de projetos e marketing internacional e analista de acesso a mercados da ABIMO, desembarcaram na capital Cairo com um relatório completo de informações sobre o mercado local. Somente em 2021, as fabricantes nacionais enviaram, para o Egito, US$ 1,2 milhão em dispositivos médicos e as marcas associadas ao BHD respondem por quase 50% desse montante.

Para organizar a agenda de reuniões, a equipe contou com o suporte da Embaixada Brasileira no Cairo. “O setor de Promoção Comercial da Embaixada teve um papel essencial para o sucesso dos encontros e a resolução das demandas elencadas pelos associados ao BHD”, comenta Larissa.

Ao finalizar a missão, os executivos da ABIMO comprovaram a percepção de que o mercado egípcio está repleto de oportunidades para a expansão do comércio internacional dos produtos de saúde brasileiros. “Nossa odontologia, por exemplo, já é referência no mercado egípcio e há ainda muita demanda por produtos de alta qualidade que somos plenamente capazes de entregar”, comenta Larissa. Entre os produtos desta vertical que o Brasil mais exporta para o Egito estão instrumentos e aparelhos para odontologia, além de cimentos e outros produtos para obturação dentária.

“Para o segmento médico-hospitalar, como ainda há poucas marcas brasileiras atuando naquele mercado, as oportunidades tornam-se ainda mais visíveis. O Egito, com seus mais de 102 milhões de habitantes, tem uma demanda altíssima de produtos desse setor”, completa. Nessa vertical, o Brasil já exporta para o mercado egípcio aparelhos de raio X, de radioterapia e radiofotografia; artigos e aparelhos ortopédicos; bolsas para colostomia, ileostomia e urostomia; reagentes de diagnóstico ou de laboratório; e aparelhos de aerossolterapia.

No retorno ao Brasil, o time do BHD já deu início ao compartilhamento, com as empresas associadas, de todo o conhecimento adquirido. Paralelamente, inicia os preparativos para uma Missão Comercial ao Egito que, prevista para ser realizada em outubro deste ano, possibilitará a realização de rodadas de negócios presenciais entre exportadoras brasileiras e distribuidores e importadores de dispositivos médicos do Egito. “Também avaliaremos a possibilidade de convidar representantes locais para falar com as empresas sobre o registro dos produtos, o comércio local e outros temas relevantes para quem está, de fato, interessado neste mercado”, diz Larissa.

Reuniões estratégicas locais

Munidos de dúvidas e demandas colhidas antecipadamente junto às fabricantes brasileiras, os executivos da ABIMO participaram de reuniões com agências governamentais, entidades focadas no processo regulatório e consultorias financeiras, além de distribuidores e importadores.

Em encontros com membros da Egyptian Drug Authority (EDA), agência responsável pelo registro e controle de dispositivos médicos no país, e da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que regula o setor no Brasil, os executivos trataram de assuntos operacionais para facilitar a entrada dos produtos brasileiros no Egito.

A viagem também envolveu uma visita ao novo escritório da Câmara de Comércio Árabe Brasileira (CCAB), no Cairo, onde foram identificados pontos de sinergia entre a ABIMO e a CCAB, e, por fim, houve um encontro com membros do General Authority For Investments (GAFI), órgão do Ministério de Investimento Egípcio responsável pela promoção de oportunidades e captação de investimentos estrangeiros no país.

Para encerrar a missão, o time do BHD aproveitou para visitar a primeira edição da Africa Health Excon. A feira apresentou as inovações que estão sendo comercializadas no mercado de saúde egípcio. Além de prospectar oportunidades aos exportadores brasileiros, os executivos também avaliaram a viabilidade de participação da indústria nacional em edições futuras.

Sobre a ABIMO

A Associação Brasileira da Indústria de Dispositivos Médicos (ABIMO) representa a indústria brasileira de produtos para a saúde que promove o crescimento sustentável no mercado nacional e internacional.

Fundada em 1962, a instituição conta com mais de 300 associados e surgiu a partir da ideia de 25 fabricantes de produtos médicos e odontológicos com o objetivo de fortalecer, organizar e regulamentar o segmento. Nesses anos de trabalho, a ABIMO expandiu suas operações de suporte à cadeia produtiva através de conselhos e grupos de trabalho, os quais respondem por todos os aspectos técnicos, operacionais e associativos do setor.

Sobre o BRAZILIAN HEALTH DEVICES

O projeto setorial Brazilian Health Devices, executado pela ABIMO em parceria com a ApexBrasil, tem como missão fomentar as exportações das indústrias de artigos e equipamentos da área da saúde. Brazilian Health Devices é a marca que reúne as indústrias exportadoras do setor e as representa internacionalmente.

Sobre a APEXBRASIL

A ApexBrasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos) tem a missão de desenvolver a competitividade das empresas brasileiras, promovendo a internacionalização dos seus negócios e a atração de investimentos estrangeiros diretos. A agência também coordena os esforços de atração de IED (investimentos estrangeiros diretos) para o país.

Exclusivo para usuários logados

Para acessar este conteúdo é necessário informar o tipo de Audiência

CNPJ inválido
Nome da empresa inválido